R Antônio Joaquim Domingues, 40 - São José/SC

Notícias

  • 29/09/2022

Black Friday vem aí: dicas para se preparar com antecedência e vender mais

Black Friday vem aí: dicas para se preparar com antecedência e vender mais



A Black Friday, que acontece no próximo dia 25 de novembro, já se consagrou como a data de maior movimentação do varejo, no Brasil. Para se ter ideia, em 2021, somente no mercado on-line, as vendas nesse período movimentaram R$ 4,2 bilhões, com ticket médio de R$ 753. Para este ano, as expectativas são ainda melhores, pois em novembro tem início a Copa do Mundo, efetua-se o pagamento da primeira parcela do 13º salário e começam as compras para as confraternizações de fim de ano.

De acordo com a pesquisa Behup sobre consumo, referente ao 2º semestre de 2022, feita no último mês de maio, metade dos entrevistados (50%) já pretendiam comprar algum item na Black Friday. De olho nesse movimento, os donos de micro e pequenos negócios já podem se preparar para as ações de marketing, publicidade e canais de venda. Alguns segmentos do varejo são historicamente potencializados na Black Friday, como: roupas e acessórios, eletrônicos, alimentos e bebidas, supermercados, calçados e brindes.

Outro ponto de atenção para os empreendedores que pretendem vender mais na data são os canais de venda disponíveis e a agilidade da entrega. “A opção de comprar o produto on-line na Black Friday é indispensável para quem busca melhorar os resultados”, recomenda o coordenador de Competitividade do Sebrae, Ivan Tonet.

Segundo o especialista, os negócios precisam estar atentos aos diversos aplicativos em que seu produto pode ser vendido e apresentado ao consumidor. “Temos ferramentas de marketplace que facilitam bastante, como Magalu, Mercado Livre, Americanas e Amazon. Para quem ainda não entrou nesse universo, recomendo que acesse os cursos do Sebrae e comece imediatamente”, diz Tonet. As redes sociais permanecem sendo um excelente canal de vendas para a Black Friday.

É fundamental realizar, com antecedência, uma checagem nos estoques para estimar as vendas e certificar que haverá disponibilidade dos produtos com mais saída. “Se o consumidor já está pensando em comprar, o empreendedor também precisa se antecipar e garantir que fará as vendas”, alerta Tonet. Nesse momento, é importante verificar as opções de entrega desses produtos que são vendidos on-line. “O prazo para entrega é um fator determinante para a fidelização e o encantamento desse cliente”, completa o analista do Sebrae.

Confira alguns cursos oferecidos gratuitamente pelo Sebrae:

Como vender mais com marketplace
Capacitação feita pelo Sebrae em parceria com a Magalu
Markerting digital – Área Comercial
UP Digital – Marketing 

Fonte: Agência Sebrae



Notícias Contábeis

Fique informado com nossas notícias